Livro do mês: L’appart por David Lebovitz

Livro do mês: L’appart por David Lebovitz

Uma das leituras mais interessantes que fiz em fevereiro foi L’appart de David Lebovitz. David é um chef americano (sei, outro livro sobre comida mas fiquem comigo mais um pouco) que decide mudar para Paris. L’appart é o segundo livro do David sobre a mudança. No primeiro, A doce vida em Paris, ele trata da mudança e da adaptação aos costumes e principalmente à pequena cozinha de seu novo apartamento em Paris.

Já em L’appart, passaram-se alguns da mudança e David decide que é hora de estabelecer raízes, ou seja, realizar o sonho da casa própria em Paris. O livro trata da busca pelo imóvel, das dificuldades no processo de compra incluindo as diferenças culturais e burocrática e também as agruras do processo de reforma do apartamento. Claro que o livro também traz ótimas receitas ao longo da narrativa.

Vocês devem estar pensando de novo o que isso tem a ver com finanças pessoais? Em minha opinião tem muito. Creio todos temos uma posição no debate entre aluguel versus casa própria que na maioria das vezes vai além da lógica matemática. E também acho que a decisão que tomamos em relação à moradia é um fator determinante no estado das nossas finanças já que essa categoria representa mais de 30% do total de despesas da população brasileira segundo a pesquisa de orçamento familiar do IBGE.

Algumas considerações para pensar ao tomar uma decisão onde morar:

  • Localização é importante. É preciso que a logística funcione para toda a família. Uma localização inadequada pode resultar em aumento dos gastos com transporte além de prejudicar a qualidade de vida aumentando o tempo perdido em deslocamento para o trabalho.
  • Atente para todos os gastos envolvidos em uma aquisição. Normalmente estamos no valor do imóvel, não esqueçam que ao comprar para o imóvel teremos outras despesas como imposto sobre a transmissão do imóvel, taxas bancárias, custos com mudança, eventual reforma, etc. Muitas vezes o valor total ultrapassará significativamente o valor do imóvel.
  • Faça uma investigação adequada. Visite o imóvel mais de um vez em diferentes horários, converse com os vizinhos, se intere sobre a situação do condomínio.

Como vocês verão na história do David, a vida é cheia de surpresas e elas nem sempre são as mais agradáveis.

Alguns artigos sobre a questão:

Boa leitura!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu