Carpe diem, quam minimum credula postero

Perdoem o meu latin, mas a maioria das pessoas está familiarizada com a primeira parte dessa expressão atribuída a Horácio. Carpe diem ou “aproveite o dia” foi utilizada em 1989 no filme Sociedade dos Poetas Mortos onde o professor interpretado por Robin Williams incentivava seus alunos a aproveitarem o dia e tornarem suas vidas maravilhosas.

Eu não tenho idéia do que Horácio tinha em mente nessa expressão, mas uma tradução para a citação completa seria algo na linha de “aproveite o dia, deixe o mínimo possível para amanhã”. Na minha leitura a recomendação é clara: não procrastine.

Esse conselho serve para tudo, desde cuidar de suas finanças até cuidar de sua saúde. Recentemente eu venho me debatendo com a preguiça e a procrastinação no que diz respeito ao cuidado com a minha saúde. Ou melhor a minha incapacidade de manter um regime de exercícios físicos e boa alimentação. Sempre há uma desculpa, aquela inflamação no ombro recorrente, ou o meu vício em coca-cola, que sempre me desviam do caminho.

Em finanças pessoais não é muito diferente. É preciso estar sempre alerta para não se desviar dos planos e atingir suas metas. É preciso se concentrar no que é importante antes de mais nada. Assim, vamos recapitular:

  • Investa o quanto puder o mais cedo possível. O fator mais importante para determinar quanto você terá poupado para a sua aposentadoria é exatamente esse, o quanto você é capaz de poupar. Quanto mais cedo você começa a poupar, mais o poder extraordinário dos juros compostos trabalhará para você. Não importa se você só consegue poupar R$50 ou R$10, qualquer valor é melhor que nenhum valor.
  • Construa o seu fundo de emergência assim que possível. Coisas ruins acontecem. Pessoas adoecem, coisas quebram, e o destino é uma incógnita. Um fundo de emergência é como um auto-seguro: é um modo de amenizar as coisas negativas que acontecem ao nosso redor. Construa uma poupança de emergência o mais rápido possível, e  no maior valor que puder.
  • Pague suas contas assim que as receber. Pode parecer sem significado. Mas se você deixa para pagar as contas no último minuto, é possível que caia em tentação e use os recursos para outro fim. E adivinhe só, vais ter que pagar as contas de qualquer forma e isso só te levará ao endividamento. Tire as contas do caminho, se possível automatize o processo. Concentre-se em reduzir as contas e não em adiar o pagamento.
  • Elimine o endividamento assim que puder. A essas alturas, acho que isso é meio óbvio. O endividamento suga a sua alma e a sua conta bancária. Ao eliminar as dívidas, você elimina o pagamento de juros, liberando esses recursos para outros usos.
  • Resumo da ópera: NÃO PROCRASTINE. Comece a cuidar das suas finanças hoje mesmo.

    E como disse o professor, torne a sua vida extraordinária!

    Deixe uma resposta

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

    Fechar Menu