Archive for março \27\UTC 2012

Já que é meu aniversário… Hora de revisitar as metas de médio e longo prazo

março 27th, 2012

Já que hoje é meu aniversário. Me parece apropriado revisitar as 40 metas de médio e longo prazo que estabeleci no ano anterior e que pretendo atingir até os 40 anos.

Metas Pessoais

1. Atualizar o blog semanalmente por um ano. Avanço: fracasso na primeira tentativa. Com a chegada da alta temporada no trabalho em janeiro, não consegui manter o ritmo. Estou trabalhando em estratégias para compensar a falta tempo na próxima temporada.

2. Falar espanhol fluentemente. Avanço: aulas particulares e auto-estudo. Muito longe de ser fluente.

3. Fazer um curso de gastronomia fora do país (de curta duração, é claro). Não iniciado.

4. Digitalizar todas as minhas fotos.  Avanço: em progresso. Muito lento por sinal.

5. Catalogar minha coleção de DVDs e Blu-ray. Avanço: concluído, usei um aplicativo para o ipad que me permitiu catalogar nossos DVDs e Blu-ray lendo os códigos de barra. 

6. Catalogar minha biblioteca. Avanço: em andamento, também estou usando um aplicativo para o ipad que lê os códigos de barra. 

7. Concluir o curso de fotografia. Avanço: Não iniciado.

8. Me livrar das coisas desnecessárias e viver mais leve. Avanço: vamos nos mudar em breve e vou aproveitar a oportunidade para me livrar do acúmulo desnecessário.

Metas de Aventura/Viagens

1. Obter a minha certificação para mergulhar. Não iniciado.

2. Visitar a Escandinávia. Não iniciado.

3. Visitar a Rússia. Não iniciado.

4. Visitar o Caribe. Não iniciado.

5. Dirigir a Rota 66 num conversível. Não iniciado.

6. Mergulhar na Grande Barreira de Corais (Austrália). Não iniciado.

7. Ver o sol nascer em Machu Pichu. Não iniciado.

8.  Assistir aos festivais de Páscoa na Andaluzia. Não iniciado.

Metas Profissionais

1. Me tornar sócia. Avanço: estou fazendo a minha parte. Só espero estar fazendo o certo.

2. Completar um mestrado. Avanço: acredite se quiser mas comecei um mestrado e fiquei bastante frustrada com a qualidade do conteúdo e decidir desistir por hora.

3. Identificar uma alternativa de renda. Avanço: Estamos pensando em imóveis.

4. Participar de Conselhos de Administração de empresas de capital aberto. Não iniciado.

5. Atingir 10.000 visitantes no site num período de 3 meses. Avanço: o recorde de visitas ficou perto de 9.000 visitantes em 3 meses.

6. Lecionar num curso de pós-graduação. Avanço: ando discutindo o tema com alguns contatos.

7. Participar ativamente de instituições de classe e de mercado (Ibracon, CRC, FIERGS, IBGC).  Não iniciado.

8. Formar sucessores.

Metas de Saúde/Bem-estar

1. Pesar 54kgs em 31 de março de 2012. Fracasso. Ainda estou 3kgs acima da meta, vou continuar tentando.

2. Correr 10 km em menos de 1 hora. Avanço: no momento estou caminhando aproximadamente 6Km por hora.

3. Fazer check up anualmente. Vou fazer o segundo em abril.

4. Participar da meia maratona da Disney. Não iniciado.

5. Incluir vegetais em todas as refeições principais em 5 dos 7 dias da semana. Preciso achar uma maneira de avaliar isso. Aparentemente sim, estou conseguindo.

6. Ficar sem tomar coca-cola (ou qualquer outro refrigerante) por 3 meses. Outro fracasso. Não durei 15 dias.

7. Ficar sem comidas industrializadas por pelo menos 1 mês. Não iniciado.

8. Monitorar minha pressão sanguínea semanalmente. Avanço: Até o momento está indo bem.

Metas financeiras

1. Obter rendimentos melhores do meu portfolio e reavaliar a distribuição dos meus ativos anualmente. Avanço: os rendimentos subiram um pouco, mas ainda preciso melhorar o meu sistema. 

2. Acumular 1 milhão de reais. Avanço: dentro do esperado considerando o prazo remanescente.

3. Evitar déficit de consumo Avanço: exceto pelas viagens ao exterior, meus gastos tem ficado dentro dos limites.

4. Trocar meu carro urbano  (no momento, o Volvo C30 está no topo da minha lista). Adiado até segunda ordem.

5. Desenvolver uma política de investimento.  Em rascunho no momento.

6. Comprar um moradia definitiva. Acabamos de comprar uma cobertura. Vou escrever a respeito num artigo específico.

7. Construir/comprar uma casa fora da cidade.  Não iniciado.

8. Comprar um carro off-road. Não iniciado.

Tarifa número 11: Faça um plano para pagar as suas dívidas

março 26th, 2012

O que é pior do que ter nenhum dinheiro? Estar devendo dinheiro, ou seja, ter dinheiro negativo. Esse é o motivo para evitar ao máximo acumular dívidas e fazer o possível para eliminar as existentes o mais rapidamente possível. Dependendo de quanta dívida e de qual o tipo de dívida que você tem, eliminá-las pode levar algum tempo. Mas se a sua papelada estiver em ordem, já estás no caminho certo. Existem diferentes escolas de pensamento no que diz respeito a pagar dívidas recomendando concentrar esforços dependendo do saldo, das taxas de juro e até mesmo da natureza da dívida.

Você pode começar pagando a dívida com a taxa de juros mais alta de forma a minimizar o juro total pago. Ou começar pagando os saldos menores primeiro para criar momentum e confiança e eliminar algumas dívidas. Aqui vão algumas dicas para ajudar a atacar esses saldos.

  • Se você tem um cartão de crédito que nunca consegue zerar, corte-o ou congele-o, literalmente. Escolha uma data para liquidar essa dívida e calcule o valor mensal que precisa ser pago.
  • Para não acumular novas dívidas, se mantiver o cartão de crédito, pague sempre o valor total da fatura.
  • O avô de um amigo meu, que começou a vida carregando fardos, e chegou a terceira idade com tranquilidade financeira de sobra costumava dizer que se deve viver com apenas metade do que se ganha. Se não é possível reduzir os gastos, procure evitar a todo custo o crescimento destes quando tiver um aumento de renda. Use o aumento de renda para atacar as dívidas, investir para o futuro, ou realizar o sonho que tiver.

Tarefa número 10 – Administre as suas assinaturas e mensalidades

março 22nd, 2012

Administre com cuidado suas assinaturas e mensalidades.

Além do aluguel ou prestação da casa, serviços públicos (água, luz, etc) e outras necessidades básicas, quasi as assinaturas e mensalidades sue você page de forma regular? A lista deve incluir desde a mensalidade da academia que você, se for como eu, quase nunca aparece até a assinatura da Zero Hora.

Com a lista na mão, questione a sua consciência: você está realmente utilizando as coisas pelas quais está pagando regularmente? Olhe com atenção e decida quais dessas despesas valem mesmo a pena e te trazem retorno. Corte pelo menos uma.

Eu não renovei a academia e decidi não renovar a maioria das revistas que eu assino.

As regras para emprestar dinheiro da Suze Orman

março 17th, 2012

Esses assisti um podcast da Suze Orman. Apesar de grande parte do conteúdo estar alinhado com as regras e a vida nos Estados Unidos, algumas mensagens são universais. Nesse podcast especificamente, a Suze descreveu o que ela considera regras a serem seguidas antes de emprestar dinheiro para amigos e familiares. Você não deveria nem pensar em emprestar dinheiro se não atender os seguintes requisitos cumulativamente:

  1. Não tem dívidas de curto prazo, cartão de crédito, por exemplo.
  2. Tem um fundo de emergência equivalente a 8 meses de despesas pelo menos.
  3. Você está economizando adequadamente para a sua aposentadoria.
  4. Você atende os seus compromissos fixos (aluguel, financiamento imobiliário, condomínio) com facilidade.
  5. Seu emprego é seguro, ou sua carteira de clientes (caso sejas autônomo) é estável.
  6. Você tem seguro de vida, do carro, da residência e de saúde.
  7. Se você tem filhos, a poupança para a faculdade deve estar em dia.

Todas as regras me pareceram razoáveis, mas a principal mensagem da Suze na minha opinião é a seguinte:

Não empreste, dê o dinheiro.

Não coloque uma amizade ou a relação familiar em risco. Se você atende todos os requisitos acima e uma pessoa querida precisa de ajuda, faça a sua parte. Ajude! Agora se não atende os requisitos, você é quem precisa de ajuda. Preocupe-se com a sua situação financeira para não ser o próximo batendo na porta de alguém atrás de dinheiro.

Tarefa número 9: Reavalie a sua cobertura de seguro

março 16th, 2012

Ninguém fica para a semente, é um fato!

A pergunta é, se você morrer, adoecer, ou ainda se roubarem o seu carro ou a casa pegar fogo, você e a sua família estão preparados para lidar com a situação do ponto de vista financeiro?

Basicamente, esses são os seguros que você deveria considerar:

  • Vida
  • Carro
  • Residência
  • Saúde

Qual a cobertura adequada? Depende muito da sua condição financeira atual e da sua idade. É preciso avaliar qual a capacidade de recuperação que você e sua família teriam em caso de sinistro.

Tarefa número 8: Calcule o custo do seu deslocamento

março 15th, 2012

Se você tem uma rotina de dirigir para o trabalho torque é mais fácil do que utilizer o transporte público, pode ser que exista um incentivo financeiro para reavaliar o seu método de transporte. Bom, como calcular isso? O modo mais fácil é usar uma tabela disponível. Eu usei a tabela da Carros na Web que me indicou um custo por quilometro rodado com o meu carro até agora de R$1,46. Caro não? Essa métrica considera é claro o investimento no carro em si e o custo financeiro do dinheiro investido. Se considerarmos só a manutenção do veículo (Impostos, revisões e combustível) o valor certamente seria menor. Segundo a planilha, algo como R$0,75 para o meu carro.

Claro que o valor vai depender do tipo de carro que você dirige. Considerando que eu moro há menos de  1km do escritório, o meu custo diário, caso eu vá de carro, seria algo próximo a R$3 por dia. Mas, na maioria dos dias, eu caminho. Isso também me fez perceber como já não vale a pena usar o meu carro a trabalho. A empresa para a qual trabalho reembolsa R$0,95 por Km, o que considerando a métrica acima não cobre o meu custo.

Qual a distância que você percorre diariamente? Quanto você poderia economizar se usasse o transporte público ou se morasse perto e pudesse ir caminhando, como eu? Claro que não estou fazendo uma apologia contra o carro, eu particularmente adoro carros, mas detesto dirigir no trânsito. Vai entender..

 

Tarefa número 7: Digitalize a sua vida financeira

março 14th, 2012

Primeiro de tudo, peço desculpas pelo silêncio. Mas a vida anda corrida nessas últimas semanas.

Hoje quase tudo pode ser controlado de forma eletrônica. Meu cartão de crédito, por exemplo, me envia um email com os dados das minhas compras. E mesmo aquelas contas que ainda vem pelo correio, como é o caso do meu aluguel, podem ser facilmente digitalizadas. Não tem scanner? Não tem problema! A maioria das câmeras digitais e smartphones tem um aplicativo ou formato para documentos.

Qual a vantagem de tornar a vida financeira digital? A primeira obviamente é eliminar a papelada que só toma espaço na nossa vida. A segunda é que ao digitalizar ou catalogar os seus comprovantes, inevitavelmente você vai prestar atenção ao destino do seu dinheiro.