Mega-Sena da virada

Mega-Sena da virada

03 - 06 - 10 - 17 - 34 - 37

Esses foram os seis números sorteados no último dia 31 no concurso 2000 da Mega-Sena que pagou um prêmio total de R$306.718.743,71 que foi dividido entre 17 apostas. Um prêmio de R$18.042.279,04 para cada aposta que representa um ganho de aproximadamente R$90 mil ao mês considerando um rendimento de 0,5%.

O que eu acho muito interessante é que sempre que a loteria paga um prêmio exorbitante, há uma enxurrada de notícias sobre o que fazer com o prêmio. O prêmio que já era exorbitante acaba sendo sempre maior que o previsto, com o povo atraído pela cobertura da mídia sobre o sorteio.  Esse também é um assunto recorrente nas conversas entre amigos e familiares e todo mundo tem um plano para o dinheiro: comprar um carro de luxo, dar a volta ao mundo, ajudar a família, etc.

Sempre me impressiona a energia que esse tipo de evento tem sobre a vida cotidiana da população. Também sempre me pergunto que efeito se observaria se essa mesma energia fosse empregada no gerenciamento das próprias finanças.

Mas a pergunta que eu quero discutir hoje não tem a ver com isso. A pergunta é quanto dinheiro é suficiente? Acho que isso leva a uma segunda pergunta, suficiente para quem? ou para o quê?

A resposta para essa pergunta depende de uma série de variáveis como idade, estilo de vida, expectativa de vida, entre outras.Recentemente li um artigo publicado pelo Finanças Femininas no Facebook intitulado IMC do bolso que discute justamente uma referência de avaliação de onde estamos em termos de reservas acumuladas. O autor propõe utilizar a regra 1,3,6,9 como um norte no processo de guardar dinheiro para aposentadoria se baseando em múltiplos da sua renda anual atual. A proposta é a seguinte:

  • Aos 35 anos, o indivíduo deveria ter o equivalente a 1x a sua renda anual;
  • Aos 45 anos, 3x a sua renda anual;
  • Aos 55 anos, 6x a sua renda anual; e
  • Aos 65 anos, 9x a sua renda anual.

O artigo também traz uma orientação sobe como estabelecer a parcela da renda a ser destinada para investimentos relacionados a aposentadoria utilizando um conceito arbitrário de usar a idade e o objetivo acima como referência:

  • Entre 25 e 40 anos, o autor recomenda utilizar a idade - 15. Uma pessoa que comece a reserva com25 anos deveria destinar para aposentadoria 10% (25 - 15= 10) da sua renda, para que no final de 10 anos, ignorando o rendimento auferido, atingisse o total de 1x a sua renda anual.
  • Entre 41 e 49 anos, a recomendação é a idade - 10; e
  • Acima de 50 anos, a recomendação é a idade.

Para aqueles que têm alguma noção do poder dos juros compostos nem preciso dizer que quanto mais cedo começar a investir para a aposentadoria, menor é o valor mensal necessário para atingir o seu objetivo. Para ilustrar, a tabela abaixo mostra quanto seria necessário de recursos para atingir R$1 milhão com um rendimento constante de 0,5% ao mês e desconsiderando os efeitos de inflação:

Pessoalmente, eu acredito que esse modelos genéricos para estabelecer tanto uma meta como um percentual mensal são úteis para quem está começando e não tem ainda um entendimento claro sobre a sua realidade e estilo de vida. Já discuti no passado, outras formas para avaliar o nosso progresso e também para determinar o quanto precisa ser investido. Segue uma lista dos textos anteriores:

E você, como está o seu progresso? Responda a três perguntas da pesquisa nesse link.Abraços!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Fechar Menu