Resolução de Ano Novo

Resolução de Ano Novo

Em abril de 2018, a vida se complicou e eu acabei deixando esse espaço de lado indefinidamente. Num cantinho da minha cabeça, ficou aquele pensamento teimoso de que eu deveria retomar esse canal, e voltar a falar de finanças para quem estiver interessado.

2019 veio e foi, e eu não encontrei tempo para esse chamado. E o pensamento teimoso continuou lá: “oh guria, vai continuar mantendo esse espaço em branco, parado, sem utilidade?”.

Curiosamente nesses últimos dias de 2019, quando essa discussão de resoluções de ano novo tomou força, o que acontece todo ano nessa época, o pensamento teimoso voltou a me perturbar. Sendo assim, decidi tentar mais uma vez.

Nada melhor para recomeçar do que esse espírito de renovação que a passagem do ano carrega. O plano (ou seria a resolução?) é o seguinte, artigos mensais que será publicado no primeiro domingo de cada mês sobre um tema específico e uma resenha de livro também mensal que pode ou não ser sobre finanças pessoais.

Já que é um recomeço, vamos retomar o básico, Finanças pessoais 101. Esses são alguns dos temas que pretendo abordar durante o ano:

  • Estágios da vida financeira
  • Metas
  • Opções de investimentos
  • Aspectos comportamentais do consumo
  • Consumo consciente
  • Planejamento financeiro, incluindo seguros e herança
  • Minimalismo

Já que começamos falando sobre resoluções de ano novo, esse é o primeiro tema do ano. A tradição de tomar resoluções na passagem do Ano Novo é bastante antiga pelo que eu pude apurar. Alguns artigos veiculados na internet, indicam que as primeiras pessoas a tomarem resoluções de ano novo foram os antigos babilônios, que prometiam pagar dívidas pendentes e retomar qualquer propriedade emprestada. O ano novo babilônico começava com a colheita na primavera.

O Ano Novo em 1 de janeiro como conhecemos foi estabelecido muito mais tarde por volta de 300 a.c. . Historicamente as resoluções tinham um caráter mais espiritual no princípio como reafirmar a fé em Deus, fazendo sacrifícios, sendo mais responsável e se tornando uma pessoa melhor. Hoje, as pessoas tendem a fazer resoluções mais foçadas no exterior, ou seja, na aparência, como perder peso, por exemplo.

Minhas resoluções de Ano Novo são um pouco mais holísticas. Eu gostaria de ter mais foco na vida, ser mais saudável, consumir menos e reduzir (minimizar) meu estilo de vida, e curtir a família e os amigos.

É bem verdade que a maioria das pessoas já terá deixado para lá suas resoluções no Carnaval. Eu não me recordo se tive alguma resolução de ano novo em 2019. Um reportagem do Bom Dia Brasil dessa semana indicou que apenas 19% das pessoas cumpriram com as suas resoluções de ano novo em 2019.

Não me deixarei abater. E você, qual a sua resolução de ano novo? Responde a pesquisa no link abaixo por favor, só leva 3 minutinhos.

https://www.surveymonkey.com/r/5K5JSGN

Fechar Menu