Posts Tagged ‘férias’

2014.11 – 5 passos para planejar as próximas férias

março 12th, 2014

Acredite se quiser, mas o processo de planejar as próximas férias pode ser tão prazeroso quanto as próprias férias. Seguem 5 dicas para ajudar com o planejamento:

  1. Escolha os lugares que você gostaria de ir.

    Provavelmente esse passo parece ser o mais fácil (e mais divertido) de todos. Mas é preciso considerar algumas questões extras. Aonde o seu limite de orçamento pode te levar esse ano? O destino permite que você planeje sozinho ou precisa procurar um agente de viagens? Dirigir ou voar? Precisa de visto? Tenha certeza que considerou todas essas questões já que quanto mais souber soube o destino escolhido melhor você pode planejar e a antecipar as despesas necessárias.

  2. Estabeleça um orçamento.

    As férias em si são a linha de chegada. Aqui você estabelece o caminho para chegar lá. Determine quanto você quer gastar em tudo, do hotel a combustível, presentes, alimentação. Se você decidir que alguma coisa é muito cara, repense e tire da lista. Construa o seu plano de forma que você saiba o que precisa para ser bem sucedido.

  3. Procure pelas melhores ofertas.

    Existe uma lista enorme de sites na internet que você pode monitorar para ofertas em hotéis, passagem aérea, ingressos, etc.  Procure pelas ofertas depois de ter estabelecido o seu orçamento por duas razões. Primeiro, ao saber quanto pretende gastar pode ter uma idéia melhor do que é realmente uma boa oferta. Segundo, é ótimo para a moral ficar abaixo do orçamento quando você encontra uma oferta.

  4. Trabalhe e economize.

    Aqui é onde você precisa de tração. Ao trabalhar e economizar antes da viagem, você não tem que lidar com um estouro no cartão de crédito quando retornar da viagem. Pode ser que você precisa de fontes alternativas de renda para tornar a sua viagem uma realidade. Inove, procure formas criativas de se motivar. Uma forma é manter uma imagem associada ao seu destino sempre a vista.

  5. Viaje e aproveite!

    Você cumpriu todas as etapas certas antes da sua viagem então agora aproveite ao máximo. O trabalho está feito e a diversão está começando. A viagem não vai te seguir o resto do ano, então aproveite!

Tudo isso soa simples?  Com certeza é. A razão que leva a maior parte das pessoas a não planejar suas férias é a gratificação instantanea. Eles querem aproveitar o aqui e o agora e se preocupar com o pagamento só depois. Isso é o que leva ao consumo excessivo e grandes dores de cabeça.

Ao invés disso, faça um orçamento e tenha um plano. Férias deveriam ser aproveitadas e trazer preocupação. Com um plano, você pode aproveitar bastante sem nenhuma preocupação com o futuro.

 

2013.05 – Como planejar bem as próximas férias?

fevereiro 2nd, 2013

Eu estou planejando combinar as minhas próximas férias com um curso de espanhol em Cuzco, Peru. Assim mato dois coelhos com uma cajadada só.. Estudo espanhol e visito Machu Picchu, ambos na minha lista de 40 metas para cumprir até os 40 anos.

Já faz algum tempo que não faço uma viagem para exterior que não está de alguma forma relacionada ao trabalho. Como planejar as férias?

  • Descubra quando custará suas férias. Esse é o primeiro e fundamental passo, pois só assim o seu planejamento poderá ser feito de forma contundente e correta. Importante falar que em alguns períodos do ano sua viagem pode ser mais barata (tente fugir da chamada alta temporada);

Já contatei uma agência especializada em cursos de idiomas e estou aguardando o retorno do orçamento detalhado.

  • Defina quanto precisará poupar para realizar sua viagem de férias. Agora que já sabe quanto precisará pagar, é o momento de olhar com calma para seu orçamento e dedicar um pouco de esforço para cortar gastos (se for o caso) e destinar um percentual, todo mês, para a nova meta;
  • Poupe pelo tempo necessário. Talvez seu orçamento não permita que seu sonho, isto é, sua viagem dos sonhos, seja realizada em pouco tempo. Se este for seu caso, não perca o foco ou a disposição em economizar e garantir as férias sem dívidas. Converse com sua família e mostre a todos os benefícios de planejar um período de diversão, não de preocupações. Vale a pena.

Quando a viagem é para o exterior, como no meu caso, é preciso definir a forma de pagamento que será mais utilizada.

Para isso, não faltarão opções:

  • Cartões de crédito;
  • Cartões de débito;
  • Moeda local;
  • Cartão pré-pago.

Se sua opção costumeira é a utilização do cartão de crédito, para compras no exterior é bom saber que a variação cambial obedecerá ao fechamento de sua fatura e não ao dia da compra. Outro ponto que precisa ser considerado é a incidência de 6% de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).

Os cartões pré-pagos possuem algumas facilidades interessantes do ponto de vista de administração do dinheiro usado na viagem. Você sabe exatamente quanto irá gastar (já que o cartão é pré-pago e você o “carregou” com dinheiro antes da viagem) e a alíquota de IOF é menor: 0,38% nessa modalidade. Vale ressaltar que você poderá, a qualquer momento, realizar uma nova recarga, inclusive durante a viagem.

Mesmo com a utilização de um dos tipos de cartão, é sempre prudente levar algum dinheiro em espécie para a viagem. A melhor opção para fugir das variações abruptas é a compra mensal da moeda estrangeira, pouco a pouco, durante os meses que antecedem a viagem. Dessa forma, a oscilação não se torna um perigo para o bolso.

Informe-se sobre o destino, pois nem sempre as opções de cartão de crédito ou pré-pagos são de ampla aceitação.

Quebrando a banca…

outubro 16th, 2011

Em primeiro lugar quero me desculpar pela ausência prolongada mas as duas ultimas semanas foram bastante corridas no trabalho. Na semana passada passei uns dias em Washington, D.C, nos Estados Unidos participando de um treinamento.  Apesar de ser uma viagem meio de última hora, tudo deu certo, e foi possível esticar uns dias para matar a saudade de uma das minhas cidades favoritas e ainda fazer umas comprinhas. Cada vez que faço compras nos Estados Unidos me pergunto por que as coisas são tão caras no Brasil. Por exemplo, tem alguma explicação para um tênis de corrida (Asics Gel Nimbus) custar R$266,80 incluindo o IOF nos Estados Unidos e R$599,90 no Brasil?

Alguém ganha muito dinheiro no meio do caminho. Isso para não falar nos eletrônicos. O Ipad Wi-Fi saiu menos de R$1.500 enquanto no Brasil custa R$2.199, vai entender.

O que fiquei me perguntando antes de embarcar na viagem era se valia mais a pena comprar dólares ou pagar o IOF sobre as compras no cartão de crédito. Bom, ainda bem que não comprei os dólares.  Pouco antes de viajar em função de toda a crise financeiro o dólar estava sendo vendido próximo a R$2,00. Meu cartão de crédito fecha em alguns dias, mas hoje, o dólar estimado na fatura está em R$1,82, ou seja, mesmo com os 6,38% de IOF ainda fica mais barato do que teria comprado próximo a viagem.

Claro que se você está planejando uma viagem com antecedência pode ficar de olho nas flutuações do câmbio e aproveitar para comprar a moeda em melhores condições sem correr o risco da variação cambial e pagar o imposto depois das compras.

Para a minha surpresa, devo voltar aos Estados Unidos várias vezes nos próximos meses e posso planejar melhor as minhas compras no futuro para quem sabe aproveitar tanto as flutuações favoráveis no câmbio quanto os bons preços da terra do Tio Sam.

Planejando uma viagem fantástica

julho 21st, 2010

Se existe algo que eu sempre quis e que realmente importa para mim seria viajar.. Meu projeto de vida sempre revolveu em volta da idéia de conhecer o mundo.

Até pouco tempo atrás, esse projeto era basicamente um sonho distante. Quero dizer que eu me limitava a aproveitar as oportunidades de viajar que o meu trabalho me trazia. Fiz um intercambio profissional há cerca de 8 anos quando morei por 18 meses em Los Angeles, California. Retornei ao Brasil em 2004, com vários amigos espalhados pelo mundo que eu pretendia visitar e muita vontade de voltar a LA assim que possível.

Seis anos depois, estou realizando uma parte do meu projeto. Em Agosto, eu e o meu marido (que fará sua primeira viagem aos Estados Unidos) passaremos 12 dias em Los Angeles.

Agora que estamos há pouco mais de 20 dias da viagem eu fico me perguntando porque não fiz isso antes. Ou o que eu preciso fazer para que não se passem outros 5 anos até a próxima viagem.

Em primeiro lugar, basta decidir onde você gostaria de ir.. Sabendo o destino, dá para se informar sobre custo e aí é uma questão de incluir nas suas metas de poupança e agendar no calendário. Segue algumas dicas que me ajudaram no planejamento da viagem e podem ser úteis para você:

  1. Eduque-se. Escolha um guia de viagem ou dois, ou três.  A maioria deles tem um website disponível com muitas informações úteis.  No caso da viagem par Los Angeles, mesmo já tendo morado na cidade por 18 meses entre 2002 e 2004, adquiri 2 guias de viagem. Alguns guias que eu já utilizei no passado e valem a pena dar uma olhada: Lonely Planet,  Publifolha, Frommers e Rough Guide.
  2. Estime o custo da viagem. O custo deve incluir não apenas as passagens e a hospedagem, mas também uma estimativa do quanto será necessário para alimentação, passeios, compras, etc..
  3. Planeje o uso do seu tempo de forma eficiente. Não esqueça de reservar algum tempo livre para os imprevistos e atrasos e também para simplesmente descansar. Se você sobrecarregar a viagem de atividades, vai precisar de férias para se recuperar das viagem.
  4. Mantenha todas as informações que pode precisar ao seu alcance. E-tickets, reservas de hotel e carros, endereços úteis, telefones de contato. Eu costumo montar uma espécie de diário para cada viagem. Onde vou acumulando endereços e informações relevantes sobre as atividades que pretendo realizar durante a viagem.
  5. Consulte um agente de viagem. Um bom agente de viagem pode fazer a diferença no seu planejamento, desde de encontrar os melhores negócios até indicar atividades e a melhor localização para se hospedar.
  6. Use a internet. Diversos websites permitem estimar custos de passagem, hotel e aluguel de carro rapidamente. Alguns exemplos: travelocity, cheap tickets, submarino viagens, etc.

Escolha o destino das suas próximas férias e comece a planejar e economizar – é claro – imediatamente!

Controle o bolso nas férias

julho 3rd, 2009

No caderno de economia da Zero Hora de sábado, dia 27 de junho de 2009, tem um artigo muito interessante sobre como controlar os gastos nas férias de julho.

Algumas dicas para proteger as finanças citadas no artigo:

  • Planeje as férias com alguns meses de antecedência e comece a guardar dinheiro.
  • Feche a compra em meses de baixa procura para obter preços mais em conta.
  • Ao sair de férias, os assalariados recebem o salário do mês, mais um terço e adiantamento. Cuidado. Isso significa salário menor no mês seguinte. Economize a metade por causa de imprevistos
  • Se planejou gastar R$ 2 mil, fixe essa meta. Não ultrapasse 15% a mais do valor estabelecido.
  • Se você for das classes A e B e decidir ir para o Exterior, uma viagem normalmente mais cara, compre dólar para levar, pois sai mais barato do que a conversão do cartão de crédito. Como não é aconselhável portar grande quantidade de dinheiro, leve um ou dois cartões de crédito para eventualidades.
  • Para turistas com orçamento mais apertado, é melhor levar o dinheiro contado e ter disciplina para não se exceder nos gastos.