Archive for novembro \29\UTC 2009

Opinião dos leitores: Quanto você investe?

novembro 29th, 2009

No último mês, tivemos uma enquete no site perguntando aos leitores qual o percentual da renda era destinado para investimentos. O resultado foi o seguinte:

resultado enquete 1

Opções de investimentos: Tesouro Direto

novembro 23rd, 2009

Ainda explorando as opções de investimento não podemos deixar de tratar do Tesouro Direto.

O Tesouro Direto é um programa de venda de títulos públicos para pessoas físicas através da Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia. É possível investir a partir de R$100,00.

Títulos públicos são ativos de renda fixa com a finalidade principal de captar recursos para financiamento da dívida pública.  Uma vez comprados você pode aguardar o vencimento do título quando o dinheiro será depositado na sua conta ou vendê-los antecipadamente ao Tesouro Nacional nas recompras semanais às quartas-feiras.

Veja maiores informações no site www.tesourodireto.gov.br

O Natal vem aí..

novembro 19th, 2009

Christmas_tree_sxc_huMais um ano está quase acabando, e outra vez, me deparo com o dilema das compras de Natal.

Além do problema óbvio: presentes ($$$); ceia ($); viagem no ano novo ($$), etc, tem o problema adicional de escolher os presentes. O que comprar para aquele parente que depois de muitos anos resolveu passar o Natal em família. E aquela tia, ou prima, ou cunhada que você só encontra no Natal.

Já fizemos várias tentativas para tentar controlar os dois problemas. Alguns anos atrás, montamos cestas. Mais ou menos como as cestas de natal, mas tentamos personalizá-las ao máximo. Incluímos um livro de receitas que eu e o meu marido costumamos fazer aqui em casa e todo mundo gosta, um vidro da famosa ambrosia do Henrique e biscoitos de gengibre que eu mesma assei. Uma trabalheira, mas o resultado foi bem legal e com custo relativamente baixo.

No último ano, trocamos emails entre os familiares e estabelecemos um orçamento para o valor total dos presentes. Assim consegui identificar o que cada um estava precisando para que o presente fosse de fato útil e o custo total do Natal não me assombrasse até o próximo vencimento do cartão.

Esse ano, não tenho idéia do que faremos. Já temos um orçamento para o custo total dos presentes, mas não sei nem o que comprarei para o meu marido. No entanto, já que ando me debatendo com a falta de espaço para guardar coisas em casa, estou pensando em abolir os presentes tangíveis no natal.

Minha idéia é presentear experiências, algo como um dia de spa para a mulherada ou rafting para os aventureiros. Ao pesquisar isso, encontrei um site muito legal com várias opções no Rio Grande do Sul, o Smart Box.

Também vou dar uma olhada nas opções locais para ver se vale mesmo a pena. Alguma sugestão?

Opções de investimentos:Ações — continuação

novembro 17th, 2009

No artigo anterior descrevi alguns conceitos básicos sobre ações. Um ponto importante que precisa ficar claro para todos é que investir em ações exige conhecimento especializado para escolher as ações, tempo para acompanhar os movimentos do mercado de capitais e estômago forte para encarar a volatilidade da rentabilidade com tranquilidade.

Um exemplo para ilustrar isso. O ibovespa, atingiu o recorde de 73.517 pontos em maio de 2008 e em outubro do mesmo ano caiu para 29.435 pontos. Imagine, pelo argumento do exemplo, que você tivesse R$1.000,00 investido em uma carteira de ações idêntica a composição do ibovespa em maio de 2008. Em outubro, você teria perdido 60% do seu investimento. 

O ibovespa fechou o mês de outubro em 61.545 pontos, ou seja, aquele investimento inicial de R$1.000,00 já recuperou boa parte de sua perda.

O gráfico a seguir ilustra a evolução do ibovespa:

IbovespaGRAFICO_MENSAL

Para aqueles que, como eu, não tem o tempo necessário para aprender uma técnica de investimento e acompanhar de perto os movimentos do mercado, existem algumas alternativas ao investimento em ações.

A primeira seria os fundos de investimentos em ações administrados por instituições financeiras. Nesses casos, em geral o fundo tem determinado perfil que limita as decisões de investimentos dos administradores do fundo.  Assim como em qualquer fundo de investimento, cuidado com as taxas de administração e de performance. Alguns fundos procuram espelhar o resultado do ibovespa, investindo nas mesmas ações que compõem o índice.

Estratificação Social

novembro 14th, 2009

O termo técnico possui uma grande variação de conceitos que mudam de autor para autor, mas que guardam uma semelhança, qual seja, é uma forma de diferenciação e agrupamento de indivíduos de forma hierárquica que pode se dar por estamentos, castas, classes, entre outros.

No Brasil todos já ouvimos pelo menos em algum momento o termo classe social, pois bem, é um tipo de estratificação que leva em consideração o poder aquisitivo e a remuneração dos membros das famílias.

Dados não oficiais apontam que o rendimento médio do brasileiro somou aproximadamente R$ 1.320,00 em maio e que a média projetada para 2009 é de R$ 1.500,00. No Brasil a estratificação social se dá em classes que vão de A a E, com as seguintes faixas remuneratórias:

  • Classe A – tem em média mais de 5 salários mínimos;
  • Classe B – entre 3,5 e 5 salários mínimos;
  • Classe C – entre 2,5 e 3,5 salários mínimos;
  • Classe D – até 2,5 salários mínimos.

Agora vejamos a porcentagem das famílias que estão nas classes (2008):

 pie renda

Uma boa notícia para quem se encontra entre as classes mais baixas é que com a estabilidade econômica e o fim da crise e consequentemente a retomada de investimentos há expectativas de melhora no cenário brasileiro. Aguardemos!

Os Meus, os Teus e os Nossos

novembro 12th, 2009

aliancas-de-casamentoTratar do regime de bens do casal não é uma tarefa fácil, bem pelo contrário é um tema muito sensível, isso, porque ninguém em sã consciência casa pensando em separação, contudo problemas durante a união ocorrem e aquele que parecia ser o príncipe ou princesa encantado, já não possui o mesmo charme.

Para isso o código civil traz em seu Título II, Subtítulo I a disciplina do Regime de Bens entre Cônjuges, no Capítulo I, onde trata das considerações gerais temos que aos nubentes é livre estipular, antes do casamento, quanto aos seus bens, o que lhes aprouver, em outras palavras, escolher o melhor regime de bens para cada caso.

Mais adiante, disciplina o código que o regime de bens pode ser alterado, mesmo durante a constância da união, mediante autorização judicial e requerimento motivado de ambos os cônjuges, depois de apurado a procedência das razões invocadas, ressalvando direito de terceiros.

Bem, o que eu quero dizer? Eu quero dizer que um relacionamento bem pensado envolve planejamento, não para precaver-se de uma possível dissolução, mas sim para aprimorar e programar um futuro promissor para o casal que está começando um relacionamento afetivo, que envolve muito mais que afeto, envolve uma vida em comunhão.

Acredito que a discussão o que é meu, o que é teu, o que é nosso, pode muito bem não existir, quando a união é planejada e analisada com calma e antecedência. Por isso, vale a máxima de que é melhor prevenir do que remediar, famílias de posses fazem isso, por que eu não posso fazer também?

A seguir temos os regimes de bens legalmente constituídos no ordenamento pátrio, são eles:

Regime de Comunhão Parcial;

Regime de Comunhão Universal;

Regime de Participação Final nos Aquestos;

Regime de Separação de Bens.

Cabe ainda salientar que é possível no pacto antenupcial aos nubentes fazer combinações entre os regimes, desde que não implique em incompatibilidades, são os chamados regimes mistos, mas que em outra oportunidade quando tratarmos de cada um especificamente voltaremos a discutir.

Um Passo por Dia

novembro 8th, 2009

Ficar rico diariamente não é uma tcaminhar-largearefa fácil, como vem dizendo a Tatiana _ é preciso ter metas, segui-las e acima de tudo ter perseverança para não desanimar frente aos inúmeros desafios que surgirão. Perseverança, não é um requisito específico para quem deseja ficar rico, e sim uma característica intrínseca das pessoas de sucesso.

Devemos ser perseverantes em tudo que fazemos, das tarefas do dia a dia aos grandes projetos para o futuro.

E o bom de perseverar é que com os resultados aparecendo uma enorme satisfação pessoal fortalece ainda mais os nossos ideais.

Não esqueça, toda jornada inicia com o primeiro passo, siga em frente um passo por dia e aproveite as belezas do caminho.