Como ganhar um salário anual de 6 dígitos em 9 anos

outubro 16th, 2009 by Tatiana Leave a reply »

Qualquer pessoa concorda que ganhar um salário anual de 6 dígitos coloca uma pessoa num grupo de elite da população brasileira. Algo como acumular o primeiro milhão para quem está monitorando sua evolução do ponto de vista do balanço patrimonial. 

Segundo o IBGE, a renda familiar média da classe média alta (classe mais alta da pirâmide social brasileira) é cerca de R$74 mil reais por ano e apenas 8,8% das famílias brasileiras estão nessa classe de acordo com o PNAD em 2007.  Se você ganha mais de R$100 mil por ano, você é parte da elite da população brasileira.

Como você pode entrar para o clube? Acertar na Mega-Sena, receber uma herança, assumir o negócio lucrativo da família, casar bem.. Todas essas opções não dependem muito da sua vontade.

blog-20090821-escadas0laEntão acho melhor contar como eu entrei para o clube em menos de 10 anos depois de concluir a minha graduação e vocês podem decidir se o meu exemplo serve de orientação para as suas vidas.

Se eu fosse você, estaria bastante cético quanto a afirmação acima. Eu posso viver com isso, só peço que mantenha a mente aberta e acredito que a minha história vai te agradar. O ” método” que me levou a um salário anual de 6 dígitos é realista e pode ser repetido, mas não é fácil. O título desse artigo não é  “Como chegar facilmente a um salário anual de 6 dígitos”. É preciso ter compromisso, disciplina,  fazer sacríficios. Se fosse fácil, bem mais que 9% das famílias brasileiras estariam na classe média alta.

Tenho certeza de que existem muitas exceções, e que nem todas as pessoas que fazem o mesmo que eu são necessariamente bem sucedidas. No entanto, tenho certeza de que é viável, conheço diversas pessoas que seguiram o mesmo caminho e foram tão bem sucedidas quanto eu.

Mas exatamente o que eu fiz? Estou pulando algumas etapas, contando o tempo a partir da formatura, certamente se pode argumentar que eu deveria contar os 5 anos da graduação no processo. Se quiser, mude o título para “como ganhar um salário anual de 6 dígitos em 14 anos”.

A jornada até aqui foi rica, e trabalhosa, mas basicamente teve 5 etapas:

Passo 1: Escolhi o ramo certo.

Quando escolhi a graduação de Economia, não pensei inicialmente na auditoria como ramo de atuação. Foi preciso fazer uma correção de curso ao longo do caminho e concluir uma segunda graduação em Ciências Contábeis. 

O ponto aqui é que algumas profissões trazem claramente um maior retorno financeiro do que outras. Por exemplo, você pode escolher ser professor, uma profissão nobre e essencial para a sociedade mas que dificilmente vai te ajudar a ganhar mais de R$100 mil por ano.

Outro ponto a considerar, dependendo do ramo de atuação que você escolher, é a instituição onde vai investir o seu tempo. Em algumas circunstâncias, a faculdade por trás do seu título pode ser importante. Por exemplo, quando se trata de pós-graduação, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) é claramente reconhecida e vai contar mais pontos em seu currículo do que o mesmo título obtido em uma instituição desconhecida.

Passo 2: Trabalhei para uma empresa de renome.

 Ao iniciar a minha carreira, ainda durante a graduação em Economia, procurei oportunidades em programas de trainees de Empresas de grande porte. Acabei sendo trainee em auditoria da Coopers & Lybrand (hoje PriceWaterhouseCoopers), uma das Big 6 como eram conhecidas na época.

5269373_trainees_ig_empregos_224_299O ponto aqui é adicionar uma marca ao seu currículo. As opções são muitas, no momento estão abertas inscrições diversos programa em empresas como Motorola, Whirpool, Redecard, Cyrela, etc. E a maioria das multinacionais mantém um programa regular de trainees.

Esse tipo de entrada na vida profissional também agrega muito aprendizado. Normalmente, os programas de trainees incluem uma carga significativa de treinamento e a oportunidade de conhecer diversos setores de uma organização.

Passo 3: Fui perfeccionista quanto a própria performance, busquei sempre a excelência no desempenho.

Uma vez decidida em seguir a carreira de auditoria, meu foco passou para o meu desenvolvimento nessa área. No meu caso, ser perfeccionista em relação ao meu trabalho me ajudou a ganhar confiança dos meus superiores e gerar oportunidades de crescimento profissional. Em auditoria, e provavelmente em muitas outras áreas, é preciso estar sempre ligado nos acontecimentos do mercado corporativo, nos desenvolvimentos contábeis.

Muito rapidamente percebi que o setor buscava um profissional difícil de encontrar, alguém com conhecimentos sólidos em contabilidade e fluência em inglês. Trabalhei com afinco até ser reconhecida como especialista em contabilidade internacional e atingir a fluência em inglês.

É preciso dar crédito aos mais experientes, e entender quais as habilidades que são escassas no seu ramo de atuação que trarão uma vantagem competitiva. 

Passo 4: Administrei a minha carreira. Busquei as oportunidades ativamente.

Não adianta culpar o mundo, ou a empresa, por que a promoção não saiu. Sempre temos anos melhores e anos piores, mas se buscarmos com afinco nossos objetivos, eles se concretizarão.

No meu caso, ao me especializar em contabilidade internacional buscando todas as oportunidades de trabalhar em projetos de clientes internacionais, eu abri portas para participar de um programa de intercâmbio de 18 meses trabalhando num escritório da firma em Los Angeles, Califórnia. Acrescentei experiência internacional ao meu currículo antes de completar 30 anos de idade.

Em alguns casos, adminstrar ativamente a carreira pode significar mobilidade entre empresas, ou entre cidades. Fique atento as oportunidades.

Passo 5: Tive sorte.

Por fim é preciso ter um pouco de sorte. Quando falo em sorte, não quero dizer um favor do destino. É preciso estar no lugar certo, na hora apropriada.  E acima de tudo, estar bem preparado.  Cultive os relacionamentos, preste atenção ao mercado, fique atento.

Como os escoteiros, “sempre alerta”.

Conclusão

Basicamente foi isso que aconteceu comigo. Essas cinco ações me ajudaram a entrar para o clube dos salários anuais de 6 dígitos e continuam a contribuir para o meu crescimento contínuo em termos de renda.

Advertisement

1 comment

  1. Gabriel disse:

    Parabéns!

    O seu próximo passo é fazer esse dinheiro trabalhar pra você.

    Abs, Gabriel

Deixe uma resposta

You must be logged in to post a comment.